Sports Marketing: O desafio do tigre!

Poder utilizar o esporte como uma ferramenta de marketing eficaz é um sonho de todo gestor que saiba de fato o que é marketing, até porque, o que mais se vê nesse mercado são iniciativas que privilegiam meramente a exposição da marca.

Dessa forma, quando vemos uma ação que, além de posicionar a empresa, consiga auferir receitas, engajar as pessoas e ganhar popularidade com baixo investimento, passamos a tê-la como um exemplo da boa utilização do marketing.

Ganha ainda mais valor, quando tal ação envolve causas sociais e consegue incluir o esporte de maneira criativa e sem a tradicional utilização de atletas para endossar a campanha.

Antes de passarmos a descrição do case, vale narrar algumas premissas que permearam a ação que será tema do artigo.

1 – O tigre siberiano, também conhecidos como tigre de amur é a maior espécie de felino, e corre sério risco de extinção, visto a grande demanda de seus órgãos pela medicina chinesa e a destruição de seu habitat.

2 – Uma das atividades físicas que mais tem crescido em número de praticantes nos últimos tempos é a corrida. Os aspectos ligados à saúde e a característica democrática da modalidade – já que independe de idade, sexo, classe social e nível de treinamento – corroboram para esse fenômeno.

3 – No mundo mais de 1,6 bilhão de pessoas utilizam smartphones, o que significa uma taxa de crescimento de 25% em um ano, o que consequentemente faz aumentar o desenvolvimento e utilização de aplicativos voltados para as mais variadas atividades.

Diante dessas três premissas, a WWF (World Wide Fund for Nature, anteriormente chamada World Wildlife Fund, nome oficial nos EUA e Canadá), organização não governamental que atua nas áreas de conservação, investigação e recuperação ambiental, desenvolveu um site chamado Tiger Challenge.

Na plataforma, qualquer pessoa que possua um aplicativo de corrida pode se registrar online e comparar seu desempenho, seja diário, semanal ou mensal com o do tigre, marcado com um dispositivo de rastreamento.

A pessoa que perde o desafio é incentivado a doar US$ 5 para o fundo.

Como podemos notar, trata-se de uma ação relativamente simples que consegue conscientizar as pessoas sobre os perigos da extinção do animal, pessoas essas que, por praticarem esporte e estarem em contato com a natureza, são, em tese, mais sensíveis à causa.

Somado a isso, há o inusitado da “competição” contra o tigre, a arrecadação, e o buzz marketing (disseminação através dos próprios usuários).

O endereço do site é http://run4tiger.com/

Boa sorte a todos na competição, mas  dessa vez vou torcer para o tigre.

Idel Halfen é especialista em Marketing Esportivo

Deixe seu comentário

comentários

Redação

redacao@golonger.com.br

error: copyright Trisport