Sangue e calma de campeão

O triatleta belga Frederik Van Lierde, campeão mundial de Ironman em 2013, enfrentou uma situação inusitada em sua 4ª conquista no Ironman Nice, na França, domingo passado.

Durante a maratona, por volta do km 8, o atleta bateu com a cabeça num chuveiro – o que ocasionou um corte e muito sangue que escorria pela sua cara e assustava a todos nos percurso, ninguém estava entendendo nada.

 

 

Os organizadores do Ironman na França disponibilizaram chuveiros durante a maratona, mais especificamente de 2 em 2km, para os triatletas se refrescarem – o calor já fazia mais  de 30º graus no momento.

 

Foto: Activ’ Images

“ Eu passei nos primeiros chuveiros e nada aconteceu, mas o chuveiro do km 8 estava mais baixo e eu não percebi.. .”

 

O atleta bateu com a cabeça o que ocasionou um corte e bastante sangramento. Ele confidenciou que mudou seus planos após o incidente, tentando sobreviver e se acalmar. Parou em todos os chuveiros seguintes, por 10s, para se refrescar e limpar o sangue que escorria ininterruptamente.

Após a ajuda de um curativo, ele prosseguiu rumo a vitória, a quarta em Nice, com o tempo de 8h31min31s. Nem só de glórias vive um campeão, tem que ter muita cabeça, literalmente.

 

 

Redação

redacao@golonger.com.br