Pâmella Oliveira e Paulo Maciel vencem o Ironman 70.3 Rio de Janeiro

 

A chuva se foi e o sol brilhou na cidade do Rio de Janeiro para a alegria do público e dos atletas. Pâmella Oliveira e Paulo Maciel foram os grandes vencedores do Meio Ironman realizado, na manhã deste domingo no Recreio dos Bandeirantes.

No masculino, o triatleta Francisco “Chicão” liderou as ações desde a etapa da transição, quando ultrapassou Guto Sorbo – o primeiro a emergir nas areias da praia da Macumba, após 1900m de natação. Chicão acelerou e abriu vantagem para a concorrência nos 90km de ciclismo, chegando na transição para os 21km de corrida finais com mais de 3′ de vantagem para um grupo perseguidor, onde se encontravam Luis Ohde, Paulo Maciel, Fernando Toldi e Bruno Joaquim.

No km 3.5 a vantagem de Chicão já era de 2min30 e no quilômetro 10.5, apenas de 1min15. A matemática ditava o destino e no km 17, Maciel veio com tudo para a vitória. Chicão ainda perdeu a 2ª colocação para Flavio Queiroga, o melhor corredor do dia-  com a parcial de 1h14min50s para os 21km. Chicão completou o pódio na terceira colocação. Ohde foi o 4º e Toldi o 5º.

 

O brasiliense Paulo Maciel comemora sua conquista no Ironman 70.3 Rio

 

 

 

 

Domínio

A triatleta olímipica Pâmella Oliveira, agora nas provas de longa distâncias, mostrou uma performance magnífica com uma natação líder, como de costume, e um pedal absurdo – abrindo grande vantagem para a concorrência nos 90km, que passava pelo Recreio, Reserva e Serra da Grota Funda e Estrada do Pontal, num circuito de 3 voltas.

Mais atrás, a briga ficou para a 2ª colocação com a argentina Romina Palacio, Mariana Borges e Luiza Cravo na disputa.

Outra favorita, a paulista Bia Neres, depois de um pneu furado no início do ciclismo, voltou para a prova depois de alguma espera do suporte mecânico, mas sua desvantagem já era nos dois digitos – deixando-a fora do pódio.

 

Da esquerda para a direita: Pâmella, Luiza Cravo, Bia Neres e Romina

 

Nos 21km Pâmella foi bem até a última volta, quando o sofrimentro veio. Mas e a linha de chegada? Ah, ela já estava garantida com tanta vantagem sob as adversárias… e com ela, a emoção da primeira grande vitória no Circuito Ironman – para a atleta de Espírito Santo.

Mais atrás, Mariana Borges abriu vantagem no final da bike, mas a argentina Romina veio impondo um melhor ritmo e a ultrapassagem foi inevitável. Romina em 2ª e Borges em 3ª. Luiza Cravo terminou na quarta colocação e Bia Neres, guerreira, completou na 5ª colocação. Carol Furriela e Nayara Luniere não completaram a prova

O Ironman 70.3 Rio de Janeiro mais uma vez foi um sucesso – com recorde de atletas e público, ano que vem tem mais.

 

 Homens ProSwimBikeRunTotal
1Paulo Roberto Maciel Da Silva0:24:192:12:001:15:173:54:59
2Flavio Queiroga0:24:162:13:551:14:503:56:10
3Luiz Francisco Paiva Ferreira0:23:212:09:441:20:283:56:48
4Luis Henrique Ohde0:24:322:10:491:18:143:57:15
5Fernando Toldi0:24:222:11:471:18:063:57:51
6Santiago Ascenco0:26:172:11:501:18:414:00:08
7Almir Gustavo Sorbo Martins0:23:102:14:361:21:044:02:18
8Iuri Josino Vinuto0:24:152:20:381:14:344:02:43
9Bruno Joaquim0:24:162:11:591:22:544:03:00
10Edivanio Monteiro Silva0:24:332:20:361:19:574:07:17
 Mulheres ProSwimBikeRunTotal
1Pamella Oliveira0:25:162:26:561:27:374:23:49
2Romina Palacio0:28:052:35:281:23:294:31:10
3Mariana Borges De Andrade0:30:152:29:571:28:534:32:46
4Luiza Cravo0:29:342:33:531:26:064:33:36
5Beatriz Neres0:29:372:36:071:26:334:36:28

 

 

Fotos: Ricardo Andrade / GolongerPics

Posted by TRI SPORT on Sunday, October 1, 2017

Deixe seu comentário

comentários

Redação

redacao@golonger.com.br

error: copyright Trisport