Marketing esportivo: 6 dicas fáceis para você construir relacionamentos valiosos!

Como em qualquer negócio, ter uma lista de possíveis clientes – empresas patrocinadoras -, e/ou uma lista de contatos com a imprensa, pode transformar seus esforços em sucesso. Acredito que para isso é necessário que se mantenha fortes relacionamentos.

Construir relacionamentos não é uma tarefa simples. Os sentimentos e impressões que as pessoas geram sobre você podem e vão criar circunstâncias que contribuem ou não para sua relação com as empresas patrocinadoras. Mas existem algumas diretrizes que vão orientar você na sua capacidade de manter relações de longo prazo com elas. Acredito que se você seguir certinho essas orientações, encontrará as empresas que se ajustam aos seus próprios valores e propósitos, podendo tê-las como verdadeiras parceiras em seus projetos.

Primeiro mantenha sua casa organizada: Esse é um jargão muito usado dentro do meio corporativo, mas principalmente por aquelas empresas ou agências que buscam novos clientes. Servir como um canal de comunicação para uma empresa patrocinadora pode ser difícil se você não tiver uma base bem sólida do seu trabalho individual. Para isso os processos vão ajudar muito. Olhe criticamente para si e tenha certeza se tem os recursos e competências necessárias para se envolver com uma empresa em potencial. Se você identificar que precisam ser feitas alterações para atender bem ao propósito de parceria patrocinada, faça-as o quanto antes. Por exemplo: Se perceber que precisará ser mais organizado com os seus resultados, ter um armazenamento correto de imagens e notícias que surgem sobre você, ou determinar melhor o seu calendário de provas, faça com que essas mudanças sejam implementadas imediatamente.

Faça da honestidade a sua melhor política: A confiança é fundamental em qualquer relacionamento e ela deve ser conquistada através de uma comunicação aberta e honesta, pois você deve fazer escolhas o tempo todo para apresentar informações sobre si mesmo às marcas todos os dias. O primeiro compromisso de honestidade será apresentar quais os recursos você irá precisar, os reais resultados potenciais que poderão ser alcançados, não somente nas provas, mas também de engajamento, e como você tem se preparado para promover seu trabalho e a marca. A inversa também é verdadeira: quando uma empresa sugerir que você faça algo que não poderá, ou saiba que não é a melhor direção, simplesmente apresente seus verdadeiros argumentos do que é a sua ideia original.

Trate os outros como você gostaria de ser tratado: Cortesia e educação, a mesma que você aprendeu desde pequeno, devem ser aplicadas aos negócios. Busque refletir sobre as consequências que sua mensagem terá sobre os outros, sejam eles empresas, sua audiência ou jornalistas. Se precisar comunicar um fracasso, faça isso da maneira mais honesta possível e tome providências para mostrar que o seu trabalho é importante. No lado positivo, compartilhe seus sucessos. A cada triunfo, informe seus parceiros e celebrem juntos os momentos bons.

Determine os investimentos adequados: Eu gostaria de encontrar atletas que saibam fazer uma apresentação de números, não dos resultados de seus tempos nas provas, mas dos recursos necessários para seus projetos. Não é o tipo de coisa que se apresenta por redes sociais, é preciso entender bem aonde quer chegar e apresentar corretamente os recursos que precisa levantar. Um bom relacionamento é aquele que se pode falar de investimentos abertamente. Se o atleta sente que não é bem remunerado, e ao contrário, se a marca sente que não está tendo o retorno do seu investimento, a relação passa a sofrer. Estabeleça uma estrutura de investimentos apropriada para que você obtenha o sucesso de seu projeto e negocie com a empresa, mas se o que eles puderem oferecer não esteja de acordo com o que você precisa, não assuma a parceria, pois o seu projeto poderá sofrer com isso. O contrário também é verdade, não assuma um relacionamento com uma empresa se você não poderá apresentar-lhes o retorno de seus investimentos. Deu certo? O projeto e a parceria estão em andamento? Prepare relatórios regulares de modo que ambas as partes saibam exatamente o que está acontecendo. É o que chamamos de transparência. Não assuma um compromisso e em seguida desapareça, deixando que a empresa tenha que buscar informações sobre você. Leve essas informações para ela. Essa deverá ser a sua responsabilidade nesse relacionamento. 

Mantenha suas promessas e acordos: Como um atleta prestando um serviço, pode ser fácil ter tudo de todos, visto que você poderia usar a estratégia do “coitadismo”, mas o que define um atleta de sucesso não é isso. Definir objetivos e metas e esforçar-se para alcançá-los com honestidade, sim! Portanto, assumir compromissos significa concordar com expectativas das partes envolvidas, e manter essas promessas torna-se seu objetivo. Não estou dizendo que se você não conseguir obter a vitória desejada, a relação irá de dissolver imediatamente, mas que é importante que você faça as promessas e os acordos que você é capaz de cumprir. Se a vitória é algo que não pode ser prevista, você deve explorar o processo para atingi-la e tudo o que você pode oferecer de fato para a organização que o apoia ou apoiará. Obviamente, nesse quesito, você deve entregar o prometido, como uma boa comunicação da marca aos públicos dela, ou seja, sua audiência. Por isso que digo que as marcas não se importam tanto com a sua vitória, mas como você engaja pessoas. No fim, não defina metas inalcançáveis, não aproprie-se de mentiras para impressionar, se você prometer que vai entregar um relatório na terça, faça isso. Enfim, construa estratégias e metas que você poderá entregar.

Faça novos amigos, mas mantenha os antigos: Como atletas e empresas evoluem ao longo do tempo, alguns relacionamentos poderão chegar ao fim. Mas para manter relacionamentos de longo prazo, certifique-se de que você não vai virar as costas para um relacionamento em favor de novos negócios. Muitas parcerias entre atletas e empresas acabaram porque uma das partes sentiu que não estava recebendo nada de novo do outro, ou, a paixão foi perdida. Atletas adoram novos desafios e novas oportunidades de apoio e patrocínio. A delicadeza dos relacionamentos está em manter a paixão viva através de novos desafios, novas campanhas criativas de aplicação da marca, em provas diferentes. Não permita que seus relacionamentos acabem por apatia e tome cuidado quando for negociar com empresas concorrentes. Você tem todo direito de buscar as melhores oportunidades para seu projeto, principalmente com a empresa não pode trazer-lhe mais oportunidades de crescimento. Para isso, seja honesto e avise com antecedência para que sejam tomadas as providências necessárias para que a parceria seja desfeita de modo a não prejudicar nenhuma das partes, afinal, você construiu esse relacionamento e a parceria aconteceu por meio disso. Não permita que esse relacionamento morra.

 

Raphael Dagaz é profissional de Relações Públicas com experiência em comunicação corporativa, marketing digital e marketing esportivo

Deixe seu comentário

comentários

Redação

redacao@golonger.com.br

error: copyright Trisport