Jesse Thomas supera Frodeno e leva o Ironman Lanzarote

Terminou agora há pouco o Ironman Lanzarote, nas Ilhas Canárias, Espanha. O vencedor foi o americano Jesse Thomas, que superou o campeão do Ironman Havaí 2015, o alemão Jan Frodeno.

Junto com o Havaí e o Ironman França, em Nice, a competição de Lanzarote é considerada uma das mais difíceis do mundo, prova que o campeão fechou com o tempo de 8:42:33, após um ciclismo – com vento forte e montanhas – de 4:58:18, bem acima do que estão acostumados a fazer em 180km durante um Ironman. A natação de 3.8km foi cumprida em 50:55 e a maratona em 2:46:56, que já seria um excelente tempo em qualquer condição e mais ainda após um pedal difícil como nas Ilhas Canárias.

Por ser o atual campeão mundial, Jan Frodeno precisaria apenas completar qualquer Ironman no mundo para validar sua vaga para o Mundial de Ironman deste ano, no dia 08 de outubro, entretanto, ninguém é campeão olímpico, mundial de Ironman e Ironman 70.3 de “graça”, e ele escolheu logo esta prova casca-grossa para esta validação e, de quebra, um bônus com o 2º lugar. Thomas o superou na maratona, pouco após o km 26 e o alemão acabou cruzando a linha de chegada 2:05 depois do americano. O 3º colocado foi o britânico David McNamee.

Entre as mulheres a campeã foi a dinamarquesa Tine Holst, em 10:02:35, após garantir boa diferença no ciclismo, em 5:34:25 para os 180km. Ela nadou os 3.8km em 1:01:15 e correu a maratona em 3:19:48. A 2ª colocada foi a belga Alexandra Tondeur, que veio tirando a diferença para Holst na maratona, mas não foi o suficiente, cruzando a linha final pouco mais de dois minutos depois. A 3ª colocação coube à britânica Lucy Charles.

Tina Holst, vencedora do Ironman Lanzarote. Foto: Ironman.com

Tina Holst, vencedora do Ironman Lanzarote. Foto: Ironman.com

Deixe seu comentário

comentários

Redação

redacao@golonger.com.br