Ironman Havaí: Jan Frodeno é o novo campeão mundial!

O alemão Jan Frodeno, medalha de ouro nos Jogos de Pequim em 2008 foi o grande campeão do Mundial de Ironman, disputado hoje no Havaí. Apontado antes da disputa como grande favorito, ao lado de seu compatriota e atual campeão Sebastian Kienle, Frodeno teve um dia de campeão experiente, sabendo a hora de tomar as decisões corretas.

Na natação de 3.8km aproveitou seu ótimo desempenho, herdado dos tempos de atleta do circuito mundial da ITU, saindo em 2º lugar com 50’50”, colado no 1º, o neozelandês Dylan McNeice (que fazia sua estreia em Kona), que veio dois segundos à frente. Quem surpreendeu a todos com uma ótima natação foi Kienle, que veio no segundo grupo, 1’46” atrás. Neste grupo estavam também Igor Amorelli, Luke Mckenzie, Tyler Butterfield, Eneko Llanos, Ben Hoffman, Frederik Van Lierde, Brent McMahon e vários outros bons atletas. Guilherme Manocchio nadou em 56’47”.

Com a boa natação de Kienle, todos esperavam que ele assumisse a ponta rapidamente, e foi o que aconteceu – ultrapassando Frodeno que estava na liderança – mas este ano foi diferente. Um grupo de 16 atletas (Amorelli estava neste grupo) o acompanhou e esperou que ele ditasse o ritmo, como o “caldo não entornou” como o esperado, os ataques começaram, com Hoffman assumindo a ponta e outros atletas promovendo ataques, até que Tim O’Donnell foi pra frente, fixando sua liderança após 90km e mantendo-a – chegou a abrir 1′ de vantagem sobre Kienle e “Frodo” – até quase o final dos 180km de ciclismo, mas antes disso, Frodeno reassumiu a ponta e entregou sua bike 30” à frente de O’Donnell e 55” à frente de Kienle, 3º colocado. Igor Amorelli pedalou para 4:34:56 e entregou a bike em 16º lugar. Guilherme Manocchio fez 4:47:15 e estava entre os 35 primeiros. O melhor ciclismo do dia foi de Maik Tweseik, em 4:25:11.

Na maratona, sem surpresas. Com os pés no chão todos sabiam que Jan Frodeno seria imbatível e a grande dúvida antes da largada era saber com qual diferença Kienle estaria na frente dele, mas isso não aconteceu e o campeão olímpico já liderava o Ironman no km 8 com dois minutos de vantagem para O’Donnell e três sobre Kienle. Daí pra frente foi se hidratar e se refrescar bastante, levando seu corpo esguio e magro até a linha de chegada para conquistar seu primeiro título mundial do Ironman em 8:14:39, no mesmo ano que venceu o de Ironman 70.3.  Seu compatriota Andreas Raelert fez grande maratona de recuperação e chegou em 2º lugar. Tim O’Donnell foi guerreiro e após fazer muita força no ciclismo chegou em 3º lugar, seu melhor resultado em Kona. Guilherme Manocchio chegou na 34ª posição no geral (26º profissional), após prova de estreia equilibrada, com parciais de 56:47 na natação, 04:47:15 no ciclismo e 03:14:55 na maratona, fechando com o tempo total de  09:04:19. Igor Amorelli foi o 126º colocado no geral (33º profissional), em 9:34:17. O primeiro amador brasileiro a cruzar a linha final foi Charles Costa Lima, com 9:22:31 (11º colocado na categoria 30/34 anos). Em breve, resultados dos amadores brasileiros.

 

2015 Ironman World Championship 
Kailua-Kona, Hawaii – Out. 10, 2015
3.8km swim, 180km bike, 42km run

 

Homens
1. Jan Frodeno (GER) 8:14:40
2. Andreas Raelert (GER) 8:17:43
3. Timothy O’Donnell (USA) 8:18:50
4. Andy Potts (USA) 8:21:25
5. Tyler Butterfield (BER) 8:23:09
6. Cyril Viennot (FRA) 8:25:05
7. Eneko Llanos (ESP) 8:28:10
8. Sebastian Kienle (GER) 8:29:43
9. Brent McMahon (CAN) 8:30:13
10. Boris Stein (GER) 8:31:43

Deixe seu comentário

comentários

Redação

redacao@golonger.com.br