Fuel: Saiba como obter um corpo seco

 

Da mesma forma que os dados e comandos que colocamos em um computador determinarão o funcionamento desta máquina, as informações que colocamos em nosso organismo, determinarão o seu funcionamento. Os nutrientes (sejam bons ou ruins, equilibrados ou desequilibrados), são as “informações” que colocamos em nosso corpo diariamente.
Caso você não goste de como sua máquina está funcionando, é hora de mudar as informações que oferece a ela!

A alimentação tem um papel fundamental para obtermos o corpo dos sonhos, por isso prestar atenção ao que entra na sua boca pode ser um dos pilares para chegar lá.

Para se obter um corpo magro e saudável, devemos rever a dieta de nossos antepassados que comiam muito mais fibras e menos carboidrato, carnes vermelhas e gorduras. Como eram caçadores e coletores, não podiam se dar ao luxo do sedentarismo. Hoje nos alimentamos de produtos industrializados (gorduras saturadas, trans, excesso de sódio, conservantes e corantes), pouca fibra e sedentarismo, ou seja, estamos vivendo uma incompatibilidade entre os padrões dietéticos atuais e os da pré-história.

Com a implementação dessas estratégias os benefícios estão a mão, e com a boa nutrição, devemos combinar atividade física, uma boa qualidade de sono e a redução do estresse para aumentar o efeito.

Dicas nutricionais como: o que não comer, o que comer, quando e como comer além da técnica dietética para cozinhar adequadamente e presevar os nutrientes são o ponto de partida para sua “máquina“ funcionar a todo vapor.

Acelerando o metabolismo
Vitaminas e minerais são a base do nosso metabolismo, sem elas seria impossível o funcionamento do organismo; cumprem papel importante no metabolismo celular e no crescimento, elas regulam e favorecem as reações químicas que ocorrem nas células, permitindo a assimilação dos alimentos. Participam diretamente na produção de energia, na saúde óssea, na manutenção do funcionamento adequado do sistema imune e na proteção do corpo contra os danos oxidativos. Além disto, elas atuam ajudando na síntese e no reparo do tecido muscular decorrentes do exercício físico e de lesões. Esse alimentos vegetais são ricos em nutrientes e calorias escassa para que eles possam ser consumidos em quantidade quase ilimitada. Então use e abuse de frutas e verduras.

 

 

Reparação e crescimento muscular
A dieta de recuperação após o exercício é tão importante quanto o lanche ou refeições consumidas antes do exercício, pois determina quanta energia você terá na próxima sessão de treino. Nas primeiras 2 horas após o exercício, o corpo torna-se mais eficiente para absorver e armazenar energia. Escolhendo adequandamente seus alimentos e líquidos, sua recuperação será mais rápida e eficiente. Os alimentos devem ser ricos em proteína para auxiliar na recuperação muscular (BCAA, Whey protein), e ricos em carboidratos de alto índice glicêmico para reabastecer rapidamente a energia gasta durante a sessão de treinamento. Boas opções incluem: vitamina de frutas com quinoa e leite de soja, sanduíche magro, barra energética, barra protéica ou mesmo uma refeição: verduras e legumes com arroz integral + 1 grão e 1 proteína.


Queima de gordura
O primeiro passo para queimar a gordura é não comer em excesso, uma grande quantidade de alimentos de alto valor calórico ou acima das necessidades calóricas é armazenado como gordura, que continua a se acumular com o tempo. Isso acontece independente de comer o carboidrato, gordura ou proteina em excesso. O segundo passo é fazer com que seu corpo utilize a gordura armazenada como fonte de energia e por último ingerir as gorduras boas como abacate, óleo de coco, peixes, oleaginosas (castanha do pará, amêndoas, nozes, …), azeite de oliva e semente de chia.

 

 

Deixe seu comentário

comentários

Melissa Manzoni

The author didnt add any Information to his profile yet

error: copyright Trisport