Entrevista: Giancarlo Matarazzo, único brasileiro no Mundial de ULTRAMAN 2015!

Ele já faz triathlon há 13 anos e, em 2015, foi o único representante do Brasil no Ultraman Havaí, prova que é realizada dando uma volta na Big Island. Com vocês, nosso bate-papo com Giancarlo Matarazzo:

Qual sua história no triathlon? Como chegou ao Ultraman?

Minha história no triathlon começou em 2002, após alguns anos onde eu só corria fazendo meias e maratonas (NY, Chicago, Paris, Disney, Rio, SP, Porto Alegre, Blumenau e outras).

Então, comecei a pensar em fazer algo mais complexo. Fui direto nos meios-Iromans e depois Ironmans. Completei 16 IMs, incluindo três no  Hawaii (2007, 2010 e 2011), onde perdi a paixão ou tesão por este desafio. Três foi um número ideal pra eu parar.  Ingressei no Ultraman por ser um desafio maior e sem muita badalação… ainda!.

Em 2012 fiz o Ultraman Canadá, e fiquei em 6º lugar no geral, batendo o recorde do percurso no meu age group e assim podendo me candidatar pra fazer o Ultra no Hawaii, em 2013 (infelizmente não consegui ir pois, 9 dias antes do  embarque pro Hawaii, sofri um grave acidente na rodovia Castello Branco no meu último treino longo de bike). Como tinha índice, me candidatei  e fiz 2014 e agora 2015, fechando assim o número de 3 provas (como no caso do IMs!).

Como foi o desenrolar da prova para você?

A prova é dura do começo ao fim. Este ano o mar estava muito batido, muitas marolas, dificultando um pouco. Bike day 1: vento contra do primeiro ao km145; No day 2: o vento em Waimea, nunca vi igual (o vento de hawi no IM é “piece of cake” perto deste); E, enfim o day 3 é chorar, baixar a cabeça e não pensar muito. Mas com o apoio das equipes, o clima da prova é indescritível. Todos te ajudam (dando força, gelo, água e até alimentos, brincando com você, fazendo que a competição se torne uma prova de superação pra todos, e aí com todos vencendo seus próprios objetivos.

Qual foi seu melhor momento no desafio?

Obviamente a maior felicidade é cruzar a linha de chegada, mas estar junto com a galera, o clima de Aloha (amizade),Ohana (família) e kokua (ajuda) o tempo todo na prova não tem igual.

Já tem planos para 2016?

Acabei de fazer esta prova, não programei nada ainda pra 2016. Estar com minha família e vencer novos desafios é meu objetivo, onde, quando, ainda não sei rsrsss!

Giancarlo Matarazzo

12312559_10207760955804417_176775259_n

Deixe seu comentário

comentários

Redação

The author didnt add any Information to his profile yet