É preciso zerar o carbo para perder gordura? E como fica minha performance?

 

Muita gente acha que “usar gordura como fonte de energia” significa necessariamente não poder comer carboidratos.  O raciocínio seria: “zerar o carbo” para entrar em cetose, pois a gordura seria “desviada” para formação de corpos cetônicos e estes utilizados como fonte de energia durante uma atividade física. Mas não é o único caminho para usar a gordura como fonte de energia para uma atividade!

Isso porque existem 2 caminhos em que a “gordura” (ácidos graxos) pode seguir quando é utilizada como fonte de energia, dependendo da disponibilidade ou não de carbos (e proteínas): Metabolismo completo ou incompleto. Em ambos os casos estaremos “queimando gordura”.

• Incompleto: neste caso, quando não há carboidratos na alimentação (e nem determinados aminoácidos) para formar um intermediário do metabolismo (o oxaloacetato), não será possível que esta gordura seja totalmente oxidada gerando energia (ATP) e, no final, co2 e água. A gordura acaba sendo desviada para o fígado, aí sim formando os corpos cetônicos. Estes serão utilizados como uma fonte alternativa de energia.

• Completo: na presença dos carboidratos a gordura também pode ser oxidada! Isso mesmo! Você não precisa necessariamente “zerar o carbo” para usar gordura como fonte de energia. Esse seria uma raciocínio muito simplista que algumas pessoas querem fazer da bioquímica. Ela é muito mais complexa que isso! Na presença de carboidratos, haverá o intermediário (oxaloacetato) que fará com que os ácidos graxos (vindos da mobilização do tecido adiposo “gordura”) entrem no ciclo de krebs e faça a oxidação completa desta, gerando no final do processo Co2 e água, e não corpos cetôncos como na explicação acima.

E aí? Qual processo escolher? Ambos poderem levar a uma redução do seu percentual de gordura; alguns tipos de treino (ou atividade) podem ser favorecidos pela presença de corpos cetônicos, enquanto outros podem ser muito favorecidos pela presença do carbo e oxidação total da gordura!

Acredite, sua performance pode melhorar muito sabendo manipular – via alimentação – a via energética preferencial em cada caso. Não tenha medo de carbos! Ninguém precisa viver em cetose para emagrecer.

 

Deixe seu comentário

comentários

Julia Engel

Nutricionista Pós graduada em Nutrição Esportiva UFRJ | www.juliaengel.com.br

error: copyright Trisport