Direto de Kona: Quem são os homens candidatos ao título mundial do Ironman?

Gosta de apostar? Nem que seja para brincar com os amigos triatletas, todos gostamos de cravar nossos prognósticos quando o assunto é esporte. Para o Ironman Havaí 2015 não faltam atletas para especularmos e, todos, têm algo positivo para estar na lista abaixo. Com certeza tem gente boa que ficou de fora e vai nos surpreender nos campos de lava, e essa é a graça da aposta! Conheça os pretendentes à coroa de rei de Kailua-Kona. Amanhã é o dia da categoria feminina.

Sebastian Kienle, 31 anos, Alemanha

O atual campeão mundial de Ironman volta mais uma vez a Kona como grande favorito. Apesar de não ter uma natação tão forte quanto seus rivais, Sebastian pedala como poucos já fizeram no Havaí e consegue deixar uma boa reserva no tanque para sustentar a diferença que abre no ciclismo durante a maratona.

Luke McKenzie, 34 anos, Austrália

Ele é um dos mais experientes do start list e vem tentando o título desde 2006. Dono de uma natação e de um ciclismo exuberantes, Luke acaba por deixar a prova escapar durante os 42km nos campos de lava, entretanto, em 2013, ele fez ótima prova e foi vice-campeão (em 2014 foi o 15º). A ideia é conquistar o lugar mais alto do pódio este ano.

Jan Frodeno, 34 anos, Alemanha

Apesar de ter a mesma idade de Mckenzie, por exemplo, Jan está vindo a Kona desde 2013 apenas, quando encerrou sua carreira no Circuito Mundial da ITU e partiu com sua ótima corrida de campeão olímpico dos Jogos de 2008 para as longas distâncias. Ano passado foi 3º colocado no Havaí e é um grandes favoritos para este ano, pois seu ciclismo está “voando” também.

Tim O’Donnell, 35 anos, EUA

O 5º colocado de 2013 não foi bem ano passado, mas em 2015 tem feito boas provas, como o tempo sub 8 horas no Ironman Florianópolis, que lhe rendeu o 2º lugar. Tim tem uma prova equilibrada, indo bem nas três disciplinas do triathlon, mas para vencer em Kona terá que se arriscar mais, principalmente no ciclismo.

Frederik Van Lierde, 35 anos, Bélgica

O campeão de 2013 foi 10º colocado ano passado, chegando dez minutos atrás de Sebastian Kienle. O ciclismo fez a diferença e, para 2015, Freddie não terá a pressão de competir como “o campeão”. Assim como O’Donnell, ele tem uma prova equilibrada, mas com resultados de destaque, como quando correu a maratona do IM França em 2h42min.

Ben Hoffman, 32 anos, EUA

Ele surpreendeu a todos ano passado com o vice-campeonato em Kona. Não que fosse um desconhecido no start list, longe disso. Mas com tantos fortes candidatos ao título, Ben se impôs e fez um ótimo ciclismo e uma maratona ainda melhor. Desde Tim de Boom em 2002 um americano não vence em Kona e os olhos estão voltados para Hoffman agora.

Brent McMahon, 34 anos, Canadá

Assim como Frodeno, Brent dedicou sua carreira ao circuito da ITU até 2012, partindo para as provas de Ironman 70.3 depois, com ótimos desempenhos. Partiu para o Ironman ano passado. Resultado? Na estreia no Ironman Arizona, vitória com sub 8 horas; este ano, em Floripa, 3º lugar com outro sub 8 horas. Kona promete para o canadense com cara de garoto.

Marino Vanhoenacker, 39 anos, Bélgica

Ele andou afastado das competições e disse que não voltaria mais a Kona, mas este ano fez dois Ironmans com tempos abaixo de 8 horas (Floripa e Áustria), no espaço de um mês entre eles apenas. Sua participação no Ironman Havaí ainda não é uma certeza, mas se alinhar, mais uma vez será um dos favoritos.

Nils Frommhold, 29 anos, Alemanha

É um dos mais jovens favoritos ao título mundial. Este ano ele venceu o Challenge Roth em 7:51:28. Ano passado, em Kona, foi o 6º colocado. Ainda tem a evoluir e a experiência lhe dará isso, mesmo assim, num bom dia, pode surpreender e mostrar ao mundo que a Alemanha realmente não para de fabricar triatletas de talento para as longas distâncias.

BRASILEIROS

Guilherme Manocchio, 33 anos, Paraná

Ele vai a Kona pela primeira vez e chega credenciado. O curitibano venceu o Ironman Dinamarca no final de agosto, além de ano passado ter conquistado o Ironman Fortaleza. Manocchio é bem equilibrado nas três disciplinas do triathlon e, por ser sua estreia em Kona, o que vier será lucro. As chances de fazer uma grande prova são boas. Vai Manocchio!

Igor Amorelli, 31 anos, Santa Catarina (de coração)

Primeiro homem brasileiro a vencer uma prova de Ironman e 13º colocado no Mundial de 2013, Igor já é conhecido no circuito internacional de longas distâncias e está bem focado para o Mundial. Este ano cravou um tempo sub 8 oito horas no IM Florianópolis quando foi 4º colocado e tem todas as condições de fazer sua melhor prova no Havaí. Go Igor! Go!

Deixe seu comentário

comentários

Redação

redacao@golonger.com.br

error: copyright Trisport