Diogo Sclebin ministra clínica de triathlon a partir de hoje em Juiz de Fora!

Irreverente e bem-humorado, Diogo Sclebin tem um currículo e tanto em 15 anos de carreira no Triathlon (participou dos Jogos Pan-americanos de 2011 e 2015 da Olimpíada de Londres 2012. Atualmente, é o primeiro no ranking nacional e rumo aos Jogos Olímpicos Rio 2016.

 
O triatleta número 1 do Brasil vai estar pela primeira vez em Juiz de Fora hoje e amanhã, dias 12 e 13 de fevereiro, em evento realizado pela Equipe SaúdePerformance. Nas palavras do próprio Diogo Sclebin, “vai ser a oportunidade de que vários triatletas amadores me ajudem na preparação olímpica”. O convite feito pelo treinador e também triatleta Marcos Hallack ao colega de longa data foi aceito de imediato. “Nos conhecemos desde 2000, já competimos muito juntos. Vai ser uma oportunidade excelente de troca de experiências e de aprendizado para nossos triatletas de Juiz de Fora, uma modalidade que só vem crescendo”.

“Esses triatletas vão me ajudar a treinar para a competição mais importante da minha vida.”

Se a competição olímpica tem tomado os pensamentos de Diogo diariamente, esta será a hora de quebrar a rotina e ativar um estímulo diferente nos treinos do campeão. 
“Participar de uma olimpíada é um estimulo ao treino mas é uma pressão extra que eu mesmo me coloco. Me cobro uma boa performance. Nem penso em Tóquio 2020, o foco é para o Rio de Janeiro: é a competição mais importante da minha vida e penso nela todo dia”, revela. “É muito legal participar de clínicas, pois acabo treinando muito sozinho, com crianças entrando de vez em quando na piscina (risos). Mas outro dia estive com 28 triatletas disputando comigo e é legal ver que tem gente torcendo por mim. Vejo a galera torcendo também e isso é muito legal. Venha me ajudar a treinar! (risos)”. 

Dentre os triatletas que irão ajudar Sclebin nessa missão está Sara Colaci, da Equipe SaúdePerformance. Sara coleciona pódios nas competições que participa, dentre elas a Rio Triathlon no Rio de Janeiro, em que conquistou o 10º lugar geral, e o Ironman 70.3 de Punta Del Este quando conquistou o 5º lugar na faixa etária, ambas em 2015. “O triathlon chegou e mudou minha rotina, hábitos, prioridades e agregou muitos amigos. Cada desafio é sempre único e imprevisível. É o mar agitado, o vento contrário, o sol de rachar…acho que esse será um dos pontos mais importantes do bate papo com o Sclebin. Conhecer suas histórias, seus desafios, suas conquistas, vai nos deixar ainda mais motivados e preparados para que cada um de nós, como amadores mesmo, possamos construir nossas histórias”, reflete a triatleta.

Em um esporte que exige controle emocional e versatilidade, tanto no desenvolvimento de cada modalidade quanto na transição entre elas, Diogo considera a paciência a grande virtude do triatleta amador que deseja melhorar seu desempenho. “É importante ter calma. É muito comum se empolgar e fazer a prova mais forte do que se deve. Na largada é muito comum. Basta comparar a largada dos amadores e dos profissionais. Na corrida, ali na areia, os amadores correm com mais empenho, é uma coisa feroz, e entram na água com afinco. Eles vão levar mais tempo na prova. Aquele entusiasmo é equivocado. É importante sair num ritmo mais uniforme já que não vai ser aquele mesmo ritmo até o final. Não sei se essa consciência vem com a experiência, mas é um diferencial”, orienta. Sclebin fala ainda sobre o significado do esporte, algo que ele considera essencial para viver o que o triathlon pode proporcionar. “É importante fazer o triathlon para você. Uma grande parte da geração atual faz triathlon para as redes sociais ou para andar tatuado (a tradicional numeração dos triatletas feita com tatuagem temporária) e ser reconhecido pela empresa. Hoje em dia as pessoas se preocupam muito com a aprovação dos outros. O triathlon deveria ser feito mais para a satisfação pessoal. Eu comecei assim, sem pretensões de ser profissional, com esse pensamento, e acabei chegando mais longe”.
 
 
COMPARTILHAR AÇÕES E IDEIAS

Os triatletas participantes da Clínica poderão acompanhar Diogo nos percursos de corrida, no ciclismo e na natação, além de ouvir sobre a experiência adquirida ao longo dos quinze anos na modalidade. “Sempre fiquei um pouco travado na hora de falar sobre o que faço, mas com essas clínicas estou tendo uma oportunidade de me soltar mais. Gosto muito das perguntas e fico satisfeito em perceber que as pessoas gostam de saber informações como o peso da minha bicicleta ou em poder ver alguma medalha que conquistei”. 
próxima competição confirmada com a participação de Diogo Sclebin acontece em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes, no próximo dia 06 de março.
 
 
 
PROGRAMAÇÃO
Clínica de Triathlon com Diogo Sclebin – Teoria e prática


Sexta, 12/02
Treino de Corrida: na Via São Pedro, de 6h30min às 9h.
Treino de Natação: no Centro de Esportes do Instituto Metodista Granbery, de 12h40 às 14h.
Palestra: Estúdio SaudePerformance (Rua das Árvores, 309, Bairro Novo Horizonte) de 19h às 21h.


Sábado, 13/02
Treino de Ciclismo: na Via São Pedro a partir das 7h.
 
Informações com a Equipe SaudePerformance: 
* Telefone: 3083-7158 ou pelo email: saudeperformance@saudeperformance.com
Mais informações também no SiteFacebook e Instagram.

Contatos das fontes:
Diogo Sclebin: (31) 8788-3920
Marcos Hallack (organização SaúdePerformance): 9-8807-9862
Sara Colaci (triatleta participante da Clínica): 9 – 8404-3190

Deixe seu comentário

comentários

Redação

redacao@golonger.com.br