Conexão Kona: As favoritas para o título mundial feminino do Ironman!

Ontem publicamos o perfil dos principais candidatos ao título mundial do Ironman, no Havaí. Hoje é o dia de conhecer um poucos das principais candidatas à coroa de rainha da “Big Island”. Façam suas apostas!

Mirinda Carfrae, 34 anos, Austrália

Tricampeã mundial de Ironman, recordista da prova com 8:52:14 e maior maratonista da história de Kona. O que falar de Mirinda Carfrae? Ano passado, quando todos achavam que a prova estava perdida, ela tirou uma diferença de quase 15 minutos de Daniela Ryf e venceu novamente. Este ano Ryf vem ainda mais forte e Mirinda terá que pedalar melhor se quiser o tetra.

Daniela Ryf, 28 anos, Suíça

Jovem, talentosa e mordida. Daniela é treinada pelo polêmico Brett Sutton – que treinou Chrissie Wellington – e ano passado perdeu a prova por dois minutos, após abrir uma diferença enorme para Mirinda na bike. Este ano ela já venceu o Ironman Frankfurt, o Challenge Dubai e os IM70.3 de Mallorca e Rapperswil. Preparada para o título?

Rachel Joyce, 37 anos, Grã-Bretanha

Rachel é experiente e tem grande currículo em Kona, como 3 º lugar ano passado e o 2º em 2014. Seu ciclismo é muito forte, no mesmo nível de Ryf, e tem uma boa maratona, mas que não tem sido suficiente para segurar Mirinda Carfrae quando ela está voando, como ano passado (tempo de 2:50:26). Nadar bem, pedalar melhor ainda e fugir da australiana nos 42km é a ideia.

Jodie Swallow, 34 anos, Grã-Bretanha

Grande ciclista e, desde que veio para Kona, apontada como uma pretendente ao título, Jodie foi 4ª colocada ano passado com uma prova equilibrada, que começou com a melhor natação do dia, mas ela sabe que para vencer o Mundial terá que correr melhor do que tem feito.

Caroline Steffen, 36 anos, Suíça

Vice-campeã em 2010 e 2012, Caroline surgiu como uma das candidatas ao título mundial após a aposentadoria de Chrissie Wellington, mas ainda não aconteceu. Apesar dos belos resultados, outras atletas têm surgido e superado a suíça, como Ryf e Joyce. Ela é outra que depende de um bom dia na maratona.

Liz Blatchford, 35 anos, Austrália

7ª colocada ano passado e 3ª em 2013, Liz – também oriunda do Circuito da ITU – tem forte natação e o ciclismo tem evoluído a cada ano (apesar de ano passado não ter encaixado uma boa prova).

Mary Beth Ellis, 38 anos, EUA

A experiente americana foi campeã mundial de longa distância este ano. Em 2014 fazia grande prova no Ironman Havaí, até sucumbir na maratona e ficar no 9º lugar. Uma ótima colocação, mas que poderia ser bem melhor após o ótimo ciclismo que fez. Mesmo assim, é um nome que deve ser lembrado.

Julia Gajer, 33 anos, Alemanha

Até hoje nenhuma mulher alemã venceu em Kona (Quando Nina Kraft ganhou, foi desclassificada por doping) e, no momento, a que pode chegar mais perto disso é Julia. Ano passado foi a 6ª colocada, com a 4ª melhor maratona do dia entre as mulheres mas, para vencer, terá que fazer um melhor ciclismo.

BRASILEIRA

Ariane Monticeli, 32 anos, Rio Grande do Sul, Brasil

Ela venceu o Ironman Florianópolis de maneira emocionante este ano, na maratona, buscando suas adversárias com o que tem de melhor em seu currículo, sua corrida. Ariane mereceu até matéria no site do Ironman, com o título “Um novo rosto em Kona”. Será o primeiro ano dela na prova e está bem motivada e treinada. Boa sorte Ari!

Deixe seu comentário

comentários

Redação

redacao@golonger.com.br

error: copyright Trisport