Challenge Amazônia: Novo desafio para 2016!

Um desafio no coração da maior floresta tropical do planeta. É o que aguarda os atletas no Challenge Amazônia, no dia 20 de março de 2016. O cenário escolhido é Manaus, capital do Amazonas – o maior e mais preservado entre os estados brasileiros.

Com dois milhões de habitantes, Manaus consegue, como poucas cidades no mundo, aliar a preservação da floresta a um alto desenvolvimento econômico, com um dos maiores parques industriais do país, redes internacionais de hotéis e shopping centers.

O centro histórico é marcado pela beleza de prédios e palácios suntuosos. Entre eles, o Teatro Amazonas, símbolo máximo da riqueza que deu a Manaus a fama de “Paris dos Trópicos”.

A largada do evento não poderia ser num lugar melhor: a praia da Ponta Negra, um dos mais famosos cartões-postais da região Norte. Banhado pelo rio Negro, de águas calmas e quentes, o local é ideal para a primeira etapa da prova: 1.900 metros de natação. Depois, os atletas seguem de bicicleta para duas voltas de 45 km, cada. 

E o cenário segue perfeito, não só pela beleza da orla da Ponta Negra, mas pelo prazer de pedalar em pistas largas, com excelente revestimento, e respirando ar puro da Amazônia.

Outra experiência única no trajeto é pedalar na Ponte Rio Negro, a segunda maior ponte fluvial do mundo, com 3.595 metros de extensão. De lá, os atletas podem desfrutar de uma das mais belas vistas do rio. E de volta à Ponta Negra, é hora de encarar os 21 km de corrida em percurso plano.

Além das belezas naturais, os triatletas vão contar, durante toda a prova, com o incentivo dos torcedores manauaras, que encantaram os turistas durante a Copa do Mundo de 2014. Manaus recebeu da FIFA o título de cidade mais hospitaleira do Mundial. A simpatia do povo e a organização para grandes eventos esportivos também a tornaram uma das sedes das Olimpíadas de 2016.

Além dos brasileiros, o acesso a atletas da América do Norte e Europa também é facilitado, devido à oferta de voos diretos, partindo de Miami (EUA) e de Portugal.

A TERRA DO AÇAÍ

A culinária amazônica é riquíssima, e valoriza principalmente o pescado. Os rios do Amazonas possuem mais de duas mil espécies de peixes. Entre os preferidos dos nativos e dos turistas estão o tambaqui, o pirarucu, o jaraqui e o matrinxã. As frutas completam o cardápio, em forma de doces, sucos, sorvetes e refrigerantes.

Destaque para o guaraná, o cupuaçu, o tucumã e o mundialmente famoso açaí. Além dos restaurantes regionais, há uma variedade de restaurantes portugueses, italianos, japoneses, chineses e redes de fast-food.

A experiência amazônica traz ainda o ecoturismo. Hotéis de selva oferecem conforto, comodidade e a possibilidade do turista conhecer a floresta em época de seca.

Deixe seu comentário

comentários

Redação

redacao@golonger.com.br

error: copyright Trisport