Ariane Monticeli pega pena máxima e é suspensa 4 anos por doping

 

A Ironman anunciou hoje, dia 30 de junho, a suspensão de 48 meses para a triatleta Ariane Monticeli por violação na regra anti-doping ao testar positivo para a substância proibida EPO (Erythopoietin).

Todos os resultados a partir de 10 de março de 2017, data da infração, foram desqualificados e ela está declarada inelegível para competir em qualquer prova de Ironman ou eventos organizados que tenham a assinatura da WADA (World Anti-doping Agency), pelo período de 4 anos.

 

 

 

Deixe seu comentário

comentários

Redação

redacao@golonger.com.br