5 mitos em relação à sua saúde que devem sumir de sua cabeça!

Apesar de termos cada vez mais acesso à fontes com informações relacionadas à saúde, alguns mitos ainda persistem na cabeça das pessoas. Por isso resolvemos reunir cinco dos principais mitos relacionados à saúde.

Dormir pouco se você quer emagrecer

Dormir uma quantidade adequada de horas de sono é crucial para o seu processo de emagrecimento. Muitas pessoas se submetem à regimes severos de dieta e exercício para emagrecer, e mesmo assim se sentem frustrados com o seu progresso. Em muitos casos isso pode ser explicado pela falta de sono. Grande parte da queima de gordura acontece durante o sono. É durante o sono que a maior parte do hormônio do crescimento é liberado, e é justamente esse um dos hormônios mais importantes para a sua recuperação.

Quem dorme menos não só libera menos hormônio de crescimento, como também secreta mais cortisol, um dos hormônios responsáveis pelo acúmulo de gordura corporal.

Colesterol e gorduras saturadas são os vilões da dieta

Por muitos anos escutamos que os alimentos ricos em colesterol e gorduras saturadas são os grandes vilões da saúde. Entretanto, a ciência já sabe faz muito tempo que o colesterol e as gorduras saturadas não devem ser temidos.

O Colesterol é uma substância vital para o corpo e para o cérebro, sendo o precursor de alguns hormônios como a testosterona e estrógeno. Ele também é essencial para o funcionamento normal do cérebro, além de possuir uma função antioxidante nas células. Cada vez mais estudos apontam que existe uma baixa relação entre o consumo de gorduras saturadas e doenças cardíacas. 

Medir o seu progresso com uma balança

Muitos associam o seu progresso no exercício com a perda de peso na balança. Mas esse é um dos principais erros para monitorar o seu progresso. Muitas dietas com restrição calórica resultam em uma perda significativa de massa muscular, o que não é nada bom.

Aqueles que acompanham o seu progresso apenas com uma balança podem não perceber a perda de massa muscular, e quanto menos massa muscular, maior a dificuldade de emagrecer. Use uma fita métrica para analisar sua perda de medidas. Meça a circunferência de sua cintura e acompanhe o progresso através dessa medida.

 Não se preocupar com o seu peso se você quer engravidar

Altos níveis de gordura corporal afetam diretamente a sua fertilidade através da ação do hormônio Leptina. Leptina é um hormônio decretado pelas células de gordura. Uma das funções da Leptina é regular o apetite, mas esse hormônio também tem a função de controlar a fertilidade.

Com níveis normais de gordura corporal, a Leptina funciono de forma correta e sinaliza ao cérebro que o corpo possui gordura suficiente para manter uma gestação. Altos níveis de gordura criam uma resistência à ação da Leptina, o que bloqueia o sinal do hormônios ao cérebro e engravidar se torna mais difícil.

Se você está acima do peso a melhor forma de corrigir esse problema de fertilidade é se alimentar de forma adequada e fazer exercícios para perder peso e restabelecer a função da Leptina.

Atente-se que o oposto também é prejudicial, mulheres com pouca gordura corporal (como é o caso de algumas atletas de endurance, ou pessoas com anorexia) também possuem a sua fertilidade comprometida.

Não se preocupar com a “barriguinha” de cerveja

A barriga de cerveja é uma das coisas que mais incomoda na aparência dos homens. Além da estética ela compromete diretamente a sua saúde.

Muitos homens não se preocupam com a sua barriga de cerveja. Normalmente essa barriga é dura, inchada e não flácida e por isso muitos a acham normal.

O problema é que esse tipo de barriga é sinal de que a pessoa acumulou gordura ao redor dos órgãos, algo muito prejudicial à sua saúde. Esse tipo de acúmulo de gordura pode aumentar a pressão arterial, diabetes, doenças cardíacas e câncer.

Além disso esse acúmulo de gordura abdominal interfere na produção de testosterona por secretar uma enzima chamada aromatase, que converte testosterona em estrógeno (um hormônio feminino).

E esse tipo de barriga está longe de representar um sinal de masculinidade, já que toda essa gordura pode estar prejudicando a sua testosterona.
Fonte: http://www.livestrong.com/blog/five-health-myths-need-put-rest/

Rodrigo Langeani, Treinador de Triathlon Nível 2 pela CBTri, Bacharel de Ed. Física e Motricidade Humana

langeani.com

 

 

Deixe seu comentário

comentários

Redação

The author didnt add any Information to his profile yet